26 junho, 2015

Making friends in your thirties


Nunca fui muito boa a fazer amigos . Entre o ser tímida, nariz no ar, armada em enciclopédia, sempre fiz poucos mas bons. Não sei muito bem porquê quando era criança, mas sei a pessoa que sou agora e que era na minha adolescência, e nessa altura, não era a pessoa mais acessível do mundo.
Este ar de confiança em mim própria afastava as raparigas - Convencida! Armada em boa! - e o poder de argumentação os rapazes (que também só estavam interessados nas minhas ma... curvas generosas). 
Hoje em dia continuo com poucas amigas mas boas.
Mas sinto que se tornou muito difícil fazer novas amigas. Que as pessoas são muito desconfiadas, esperam o pior das outras, e não valorizam a verdade. Não valorizam quem fala a verdade, sem floreios, sem fingimentos, quem sabe separar as relações de trabalho e as amizades, o ser colega e cordial e o ser inimiga.
Agora parece que até custa dizer que somos amigas (quando é uma nova amizade). As pessoas parecem ter medo de admitir que aquela colega passou a ser uma amiga no momento em que partilhámos uma lágrima na sua frente e partilhámos uma situação particular. 
As pessoas têm medo de ser amigas. Têm medo do que os outros acham. Têm medo que a amizade seja uma fraqueza.
Neste momento sinto que tenho mais 1 amiga. Acho que ela também sente o mesmo. Será verdade?*
(tipo diário adolescente)
Mas pelos vistos não sou só eu...

Why Is It Hard to Make Friends Over 30?


Encontramo-nos às 7

http://www.metrostudiohair.com/
E meia.

It's Friday... I'm In Love - True Love [Coldplay]


Thank God It's Friday!


O Meu Filho Conhece-me Tão Bem

Fim do dia e consegui sentar-me para ver o "meu" programa. 
Sou pressionada para mudar de canal e ver o programa "deles".
O argumento?
Puto - Que é? Tu gostas de tudo o que seja dança!

Será?! [Post com imagens nojentas]

Encontrei uma barata enorme a morrer no lugar da colega ruim e azeda. Ela supostamente foi de férias.
Será isto a Metamorfose de Kafka?

PS. - Provavelmente a pesquisa no Google mais nojenta que já fiz e vi.

25 junho, 2015

Sim Sra. Dra.

Que boa ideia, sra dra. Mais trabalho que não me pertence? Claro sra dra!
O que eu penso.
Como eu fico.


22 junho, 2015

É Segunda feira Outra Vez?!


Boas Viagens

E de uma vez só, numa segunda feira, desejo boa viagem ao T. e à Pipoca. Um vai para o Gana e a outra para um campo aventura.
Eu e o Puto, o meu companheiro, continuamos cá. Como sempre.

17 junho, 2015

Futuro Eu

De vez em quando vemos vislumbres do futuro. Pequenas viagens da consciência aos anos que temos pela frente. 
Pela primeira vez enfrentei esta minha "condição" de dor crónica como quem enfrenta uma parede. Senti na pele aquilo que me espera quando tiver alguns anos a mais. Senti a dor que tem que ser controlada mas não "amaina". Senti a pressão do que é esperado de mim com uma "doença" que não se vê, que não se compreende. Ninguém sabe as dores dos outros.
Tenho tentado explicar o que estou a passar mas poucos são os que percebem uma dor que não se aguenta. Uma dor física, uma dor tão espalhada, que nem consegues apontar onde te dói. Parece que os meus ossos me rasgam a pele e o espírito pelo caminho.
Não consigo aceitar que a minha velhice seja assim. Não consigo aceitar que não haja nada a fazer sem me encharcar de comprimidos. 
Sempre resolvi os meus problemas e parece-me que este não consigo resolver. Ainda...

Eu Vi A Luz!

 No meio destas coisas de beleza que tanto gosto, encontrei este aparelho da LightStim que usa a terapia de luz LED para atenuar rugas e linhas de expressão, e fiquei entusiasmada.
Esta terapia estimula a produção de colagénio e elastina da pele, dando assim uma aparência mais repousada e jovem à pele.
É caro, mas supostamente dura "eternamente" e tem resultados aparentes.
Mas o melhor veio depois.
Eles fazem também um aparelho para a dor articular!!!
Alivia a dor de artrite, musculares e articulares, reduz inflamações e aumenta a circulação sanguínea!
Desta vez vou cometer uma loucura e não é por "beleza"!

It's Wednesday... I'm In Love - See You Again [Wiz Khalifa ft. Charlie Puth]


Há Dias Assim

16 junho, 2015

E Ainda Sou Nova


Saber o que é dor e conseguir esclarecer um médico sobre a sua intensidade. Explicar que é como pequenos vulcões de calor e dor, que se mantêm em ebulição até explodirem, várias vezes ao dia, todo o dia. Em que o mais pequeno movimento é doloroso, escala 9 em 10... 
Estou a viver os meus dias assim desde sábado. A trabalhar assim, estar em casa assim, fazer a vida assim. 
Estou com dores, muitas dores em todas, TODAS, as articulações do meu corpo, do pescoço às falanges, da coluna aos tornozelos. E o Ibuprofeno não tira dores, alivia 1 em 10 da escala de dor, atenua ligeiramente as pontadas de dor. Aguentar parece ser a única solução. Nem a cama resolve, nem os comprimidos. 
Um diagnóstico talvez ajudasse, eventualmente...

Ela Está Por Aqui


10 junho, 2015

De Mini Férias e Feriados

Almoço na Praia da Fonte da Telha
Almoço em Sesimbra

Foi o melhor que se conseguiu...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...