23 novembro, 2014

Adulta Exigente

Serei a única a sentir-me mal quando sou a única a tratar de tudo em casa?! Serei a única a sentir que casa partilhada deveria ser trabalho partilhado?! Estarei a ser uma chata por pedir ajuda na única altura em que não estou sozinha em casa?! Estarei eu sempre errada por exigir ajuda?! Serei demasiado exigente?! Estarei a ser demasiado exigente quando peço ajuda para não passar o fim de semana de volta da casa quando passo a semana sozinha com os miúdos e as responsabilidades que isso acarreta?! Sou eu?! Ok, isto é ser adulta, isto é ser mãe, isto é ser dona de uma casa. O que me incomoda é ser "solteira" em tudo isto, até porque sempre ouvi dizer que a culpa morre solteira, mas não quero que isto morra aqui, assim. Sacudir a poeira e avançar, não é?
Como diria Scarlett O'Hara, não vou pensar nisto agora. Afinal, amanhã é outro dia.

Escolhe a Tua Cor Preferida na ASOS

Diverte-te a mudar a cor dos cenários durante o vídeo. Que ideia tão gira...
Da minha loja preferida.

18 novembro, 2014

O Menino Que Detestava Escovas de Dentes

O livro de eleição lá em casa, por estes dias, e que acabou com as birras para lavar os dentes...
E este é o próximo, principalmente se traduzirem em português:

Há Dias Assim...

Depois de uma noite sem dormir - o Puto esteve com febre - após várias noites mal dormidas, o trabalho parece-me tortura chinesa...

Pior Que a Chuva

Só mesmo o frio...

11 novembro, 2014

Cheirinho do Fim de Semana Passado


It's Tuesday... I'm In Love - Ne Me Quitte Pas [Nina Simone]

Marido Fora

Puto adormece a caminho de casa da avó às 6 da tarde, chove a potes, Pipoca quer ficar comigo. Levo os dois para casa, quase enfio o carro na entrada do prédio. Pipoca ajuda (espanto!) a levar a tralha (mochilas, lancheiras, saco do judo, mala, lancheira da mãe, saco da farda) enquanto eu carrego o belo adormecido até casa a tentar fugir entre as gotas grossas de chuva intensa.
Conseguimos jantar só as duas raparigas enquanto o Puto se preparava para me dar uma noite daquelas.
Como é óbvio, foi para a minha cama por volta da 1h30 da manhã. Esperei até às 2 da manhã e devolvi-os à respectiva cama. Às 3h30 chamou-me e dei-lhe leite. Deixou-se dormir para passar o resto da noite às voltas e a procurar os meus braços e o meu pescoço. Quando voltei as costas para tentar dormir mais um pouco abraçou-se ao meu pescoço de tal maneira que tive de me virar outra vez.
E depois o despertador tocou.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...