29 dezembro, 2013

27 dezembro, 2013

It's Friday... And I'm Going Home

Até Por Telefone Ela Me Irrita

Cavaco Deixa Passar Fiscalização Preventiva do Orçamento de Estado


It's Friday... I'm In Love II - Who You Love [John Mayer ft. Katy Perry]

It's Friday... I'm In Love - Unconditionally [Katy Perry]

Às Vezes Tens Que Dizer Tudo O Que Pensas

Já Meti A Pata Na Poça

Logo de manhã, que é para começar bem o dia! Maldita chuva!

19 dezembro, 2013

Pai Natal, Ouves-Me? É Pouca Coisa...

da Blanco
 
da Topshop
 
da M.A.C
  
da Benefit (na Sephora)
 
BOA!

São Poucos Mas Bons

Olá Homem. Bem Vindo. Que gostes tanto do meu como eu gosto do teu.

Já Levaram a Vacina do Tétano?

Fui calma e composta, armada em forte...
Até não foi mau, a enfermeira sabia o que estava a fazer e não doeu... muito...
No dia seguinte, não queria acreditar. A dor é intensa, doi-me a fazer qualquer movimento, até a vestir-me!
Agora só daqui a dez anos (não sei se me apanham lá outra vez!!)

12 dezembro, 2013

Uma Vida de Ses

A idade traz sabedoria, dizem. Alguma razão terão, para alguns pelo menos. Eu tenho aprendido muito...
Tenho aprendido que não devemos mudar quem somos pelos defeitos dos outros. Mas devemos aprender a não esquecer o que aprendemos.

S.H.I.T. F.I.T.

11 dezembro, 2013

Quando Uma Palavra Muda O Teu Dia

Ontem esteve uma amiga da Pipoca a brincar lá em casa e cravou o jantar. Disse-me que o jantar - uma massa com salmão, bacon, ovo cozido e camarões com molho de natas, perfeitamente habitual lá em casa - estava "muita bom".
A Pipoca resspondeu logo - "Ahn, e logo da primeira vez que vens cá jantar é uma comida que gostas e que está muito boa, que sorte!"
O T. chegou a casa estava eu com os putos na cama, adormecida, depois de os ter adormecido. Disse-lhe que o jantar estava no fogão e depois de comer, veio dizer-me que o jantar estava um espectáculo.
Já tinha ganho o dia!

Inspiração #74 - White On White

Visto em Wildfox

Dia-A-Dia, Uma Luta Constante...

O Puto é um puto fixe. Muito fixe até. Mas é torto. Torto e birrento. Irritantemente birrento.
Ontem deitou-se com uma grande birra. E, ao contrário da maioria das vezes, levantou-se ainda mais birrento. Com uma birra daquelas que nem conseguimos falar com ele. Ele chora aos gritos. Às 7 da manhã, depois de uma noite na minha cama a dar-me pontapés e a fazer birra, ele acorda, sorri para mim e começa a grunhir. Rio-me, brinco com ele, ele ri-se, e grunhe. Diz-me que quer ir para a sala, a choramingar. Eu preparo-o para ir para a sala fria e ele continua a choramingar. Sento-o, ligo a tv para ele ver os seus desenhos preferidos, e ele começa a chorar. A chorar aos berros. Tento falar com ele e continua a berrar. Tento argumentar, brincar, ser compreensiva, mas tenho um problema. Tenho pouca paciência para birras. Pouca paciência e acho que as birras não devem ser alimentadas com atenção. Vou para a cozinha preparar as marmitas do dia e ele vem atrás de mim. Aos berros. Agarra-se às minhas pernas para que lhe pegue ao colo. Aos berros. Passado 20m continua, enquanto eu acabo os preparativos do pequeno-almoço. Recusa-se a beber o leite que me pediu. Aos berros. Vou sentá-lo novamente na sala e vou-me despachar.
E ele lá fica distraído. De 15 em 20m lembra-se da birra e chora. O pai tenta amenizar a situação e ele continua a chorar e aumenta o tom.
Eu saio de casa e ainda se ouve o choro dele.
Como é que uma mãe consegue funcionar bem depois disto?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...